sábado, 14 de novembro de 2015

Os momentos de terror vividos Paris.

Uma sexta-feira treze sangrenta na capital francesa. 
Quase cento e trinta mortos e três centenas de feridos, 99 em estado grave, é o balanço provisório de uma noite de terror em Paris, feito pelo procurador da "cidade luz". François Molins adiantou que um dos atacantes da sala de espetáculos Bataclan foi identificado e que foi encontrado um passaporte no Stade de France. Molins explicou como tudo se passou: 




Nenhum comentário:

Postar um comentário